Como o impacto coletivo mudou o futuro deste povo amazônico

A comunidade de Mutuca enfrentava um desafio que poderia fragmentar sua vida e história, com a destruição de 247 acres de agrofloresta.




Por mais de 15 anos, o povo ribeirinho de Mutuca tem vivido em harmonia com a Terra. Disseminando conhecimento tradicional e fortalecendo outras comunidades, Mutuca é uma figura incontestável na agrofloresta e na apicultura na região amazônica de Maués.


Eles freqüentemente recebem outras comunidades ribeirinhas e indígenas para aulas e práticas relacionadas à agrofloresta, e também alcançaram grandes resultados com a criação de tartarugas, abelhas nativas sem ferrão, horticultura, frutos de guaraná, entre outras culturas.


Mas, no início de 2021, eles foram confrontados com um desafio que colocou seu trabalho e sua vida em perigo. A terra em que viviam estava fadada a ser vendida aos criadores de búfalos, conhecidos por queimar florestas para criar pastagens e cultivar monoculturas. Eles seriam obrigados a abandonar suas casas, sua floresta, sua terra, sua história.


A aquisição destas terras pelo principal comprador interessado, além de destruir toda esta história territorial conquistada por eles, iria no sentido oposto ao da preservação e conservação da natureza: provocaria o desaparecimento de animais e outras culturas sensíveis que colaboram com a riqueza do meio ambiente.



Foi oferecida a eles uma chance de comprar suas terras primeiro, logo eles se mobilizaram e convocaram assistência para conseguir arrecadar o dinheiro.


Para resolver este desafio, Be The Earth colaborou com o Welight Institute e a Idesam no Brasil para co-criar uma plataforma de financiamento coletivo do Mutuca - uma solução rápida e confiável que tornou possível que as doações acontecessem com apenas alguns cliques.


A campanha visava arrecadar a quantia total para comprar a área de acesso e entorno da comunidade, e acesso ao porto da comunidade, num total de 100 hectares. Buscávamos R$ 100.000,00 para garantir que este terreno, suas construções e os animais permanecessem intocados.


Página do financiamento coletivo (clique na imagem para ir ao site)


Felizmente, após 3 meses da campanha, alcançamos coletivamente nosso objetivo!


Esta é uma verdadeira reviravolta na história de Mutuca, que agora está em processo de compra da sua terra, garantindo que ela permanecerá segura por muito mais gerações futuras. Com a compra do terreno, a moradia destas pessoas será assegurada, além da importante conquista da preservação de um local que oferece oportunidades a vários povos originais vizinhos de Mutuca.


Queremos agradecer a todos vocês que fizeram parte desta bela história. Aqui está uma mensagem pessoal de gratidão e um convite da líder de Mutuca, Dona Rosário:


Para continuar contribuindo com causas como essa, siga nosso canal no Instagram e cadastre-se na nossa newsletter mensal, onde compartilhamos muitas oportunidades de transformação pessoal e planetária :)